quarta-feira, 18 de maio de 2016

ÉPOCA DE 1949/50

PLANTEL


Jacinto, Joaquim Fernandes, Moreira, Rogério, Arsénio, Júlio, Francisco Ferreira, Rosário, Rosa, Melão, Corona, Bastos, Gil, Pascoal, José Costa, Joaquim Teixeira, Contreiras, Gomes, Diamantino, Espírito Santo e Clemente

TREINADOR



TED SMITH


MELHOR MARCADOR



JÚLIO - 31 GOLOS

RESULTADOS


TAÇA LATINA

Taça Latina, lançada em rescaldo da segunda guerra mundial, foi uma competição europeia de futebol, realizada entre 1949 e 1957, disputada pelos campeões de Portugal, Espanha, França e Itália. A onda de simpatia e desportivismo que envolveu a disputa do troféu, terá constituído um importante incentivo para a criação das competições europeias da UEFA nos moldes em que hoje as conhecemos. A competição teve um grande prestígio por ser a primeira competição internacional europeia que enfrentava os campeões dos países latinos, e foi considerada a segunda competição da Europa atrás da Taça Mitropa, criada anteriormente, e que enfrentava clubes de um conjunto de países do Este da Europa. A Taça Latina disputou-se em cada ano em sedes ou locais diferentes, num dos quatro países representados. Um sorteio decidia os emparelhamentos das meias-finais. Os vencedores das semi-finais disputavam a final. Os derrotados disputavam o jogo de atribuição do terceiro e quarto lugares. A competição extinguiu-se em 1957 por força da consolidação da Taça dos Campeões Europeus, criada em 1955.
Não foi fácil a conquista da Taça Latina pelo campeão de Portugal. O Benfica começou por bater a Lázio de Roma por 3-0, com golos de Corona, Rogério e Arsénio. O Bordéus havia vencido a Atlético de Madrid por 4-2. Foram necessários 266 minutos, ou seja 2 jogos com prolongamento mais 26 minutos, para o Benfica e o Bordéus decidissem a conquista do troféu. O primeiro jogo, realizado em 11 de Junho, terminou empatado 3-3, com golos de Arsénio, Corona e Pascoal. Sob a arbitragem do juiz francês Todjam, o Benfica alinhou com: Bastos; Jacinto, Félix e Fernandes; Moreira e José da Costa; Corona, Arsénio, Julinho, Rogério e Pascoal. No outro jogo o Benfica empatou 1-1 no Estádio Nacional, conseguindo a vitória no prolongamento com golo de Julinho. “O Benfica venceu indiscutivelmente, o Bordéus”, escreveria a propósito o consagrado “L’Equipe”. O “Mundo Desportivo” titulava a toda a largura da sua página: “Lance teatral na final da Taça Latina. Aos 89 minutos de jogo os campeões de França (Bordéus) pareciam vencedores, mas 30 segundos depois os campeões de Portugal (Benfica) empataram e foi necessário jogar mais 56 minutos para atribuir a vitória”. “Foi a maior alegria da nossa vida desportiva” – disseram jogadores e dirigentes ao referido jornal. Com a arbitragem do juiz italiano Bertolio, o Benfica alinhou com a seguinte equipa: Bastos; Jacinto, Félix e Fernandes; Moreira e José da Costa; Corona, Arsénio, Julinho, Rogério e Rosário. 

Fica aqui o historial da Taça Latina:

- 1948-1949: Campeão: Barcelona; Vice-Campeão: Sporting; Resultado 2-1; Terceiro Lugar: Torino; Quarto lugar: Stade de Reims; Resultado: 5-3

- 1949-1950: Campeão: Benfica; Vice-Campeão: Bordéus; Resultado 3-3 e 2-1; Terceiro Lugar: Atlético de Madrid; Quarto Lugar: Lázio; Resultado: 2-1



















- 1950-1951: Campeão: AC Milan; Vice-Campeão: Lille; Resultado 5-0; Terceiro Lugar: Atlético de Madrid; Quarto Lugar: Sporting; Resultado: 3-2

- 1951-1952: Campeão: Barcelona: Vice-Campeão: Nice; Resultado 1-0; Terceiro Lugar: Juventus; Quarto Lugar: Sporting; Resultado 3-2

- 1952-1953: Campeão: Stade de Reims: Vice-Campeão: AC Milan; Resultado 3-0; Terceiro Lugar: Sporting; Quarto Lugar: Valência; Resultado 4-1

- 1953-1954: Não se disputou

- 1954-1955: Campeão: Real Madrid; Vice-Campeão: Stade de Reims; Resultado 2-0; Terceiro Lugar: AC Milan; Quarto Lugar: Belenenses; Resultado 3-1

- 1955-1956: Campeão: AC Milan; Vice-Campeão: Athletic Club; Resultado 3-1; Terceiro Lugar: Benfica; Quarto Lugar: Nice; Resultado 2-1

- 1956-1957: Campeão: Real Madrid; Vice-Campeão: Benfica; Resultado 1-0; Terceiro Lugar: AC Milan; Quarto Lugar: Saint-Etienne; Resultado 1-0