sexta-feira, 17 de junho de 2016

ÉPOCA DE 1974/75

PLANTEL


Humberto Coelho, Toni, Barros, Moinhos, Artur Correia, Nené,  Simões,  Vitor Baptista, Vitor Martins, Messias, Diamantino, José Henrique, Manuel Bento, Ibraim, Malta Silva,  Jordão,  Eusébio,  Adolfo,  Moia,  Jaime Graça,  Shéu, António Bastos Lopes, Artur Jorge, José Pedro

TREINADOR


PAVIC

MELHOR MARCADOR

MOINHOS - 19 GOLOS


RESULTADOS




CRÓNICA DA ÉPOCA

Estes eram os tempos em que a máxima «quem treina o Benfica arrisca-se a ser campeão» era quase lei. Que o diga o sérvio (então jugoslavo) Milorad Pavic, que antes de chegar à Luz ganhara apenas duas Taças da Bélgica com o Standard de Liége e uma Taça do Rei com o Athletic de Bilbao.

Pavic, um desconhecido, que depois de sair da Luz não voltou a conquistar nenhum grande troféu, celebtrou a conquista do seu único campeonato depois de ter terminado a primeira volta em segundo lugar a três pontos do FC Porto.

No Benfica, numa equipa com -Humberto Coelho, Toni, Simões, Artur Correia, Nené, Vitor Martins e outros, Pavic geriu bem o eclípse do campeão Sporting e com duas derrotas apenas (FC Porto em casa e Vitória de Setúbal no Bonfim) o Benfica controlou a vantagem sobre portistas e sportinguistas, que terminaram nos outros dois lugares do pódio.

VIDEOS


TCE - BENFICA 1 - PSV 2