segunda-feira, 25 de julho de 2016

GRANDES NOMES

AUGUSTO SILVA



Augusto Lamela da Silva, nasceu a 6 de Fevereiro de 1936 em Barcelos



Clubes : Vitória de Guimarães / BENFICA


Sobrinho de Silva, antigo e conhecido guarda-redes do Guimarães.



Enquanto júnior do Vitória, foi prestar provas no FC Porto e convenceu de tal forma que foi imediatamente convidado a assinar pelos portistas. Não querendo desapontar o seu tio Silva, logo declinou o honroso convite.

Assinatura do contrato com o Benfica



Após o périplo pelos escalões jovens do clube vimaranense, foi lançado na primeira equipa do Vitória por Fernando Vaz ( época 1957 / 58 ), que o escalou a extremo direito. Na altura o clube disputava o Campeonato Nacional da 2ª divisão. No final dessa época o Vitória regressou à elite do futebol português e Augusto Silva teve também a felicidade de poder actuar ao lado do seu tio.

Estreou-se na então 1ª divisão em 14 / 09 / 1958, precisamente contra o Benfica, no Estádio da Luz, jornada primeira do campeonato dessa época. Os minhotos sofreram pesada derrota ( 0-7 ).

Jogador polivalente ( à Cavém ), actuava a lateral, médio ou extremo. Com exibições consistentes e notáveis progressos, começou a despertar o interesse dos "grandes" do futebol português. Para conseguir a sua contratação, o Benfica teve de "ultrapassar" o Porto pagando ao Vitória 1.250 contos ( uma pequena fortuna nessa altura), mais a cedência de dois jogadores e o empréstimo de um terceiro por uma temporada.



Ingressou no Benfica no início da época 1962 / 63 juntamente com Pedras, um jovem e extraordinário talento do clube vimaranense.

Em jeito de curiosidade refira-se que na primeira vez que Augusto Silva defrontou a sua antiga equipa, o resultado repetiu-se, ou seja, 7 - o a favor do Benfica. Marcou um golo, por sinal o mais bonito do jogo, em corrida e a passe de Coluna.



Em Janeiro de 1967, no decorrer de uma digressão do Benfica pela América do Sul, o drama abate-se sobre Augusto Silva e o Benfica. Em Santiago do Chile, Augusto Silva é vítima de uma trombose que lhe causou uma paralisia parcial no corpo.

Inutilizado para a prática desportiva, passou a trabalhar na sede do Sport Lisboa e Benfica.


Benfica :

Campeão Nacional da 1ª Divisão : 4

1962 / 63 - ( 5 jogos / 2 golos )

1963 / 64 - ( 6 jogos / 3 golos )

1964 / 65 - ( 6 jogos / 0 golo )

1966 / 67 - ( 2 jogos / 0 golo ) *

* Disputou o seu último jogo no campeonato num Sanjoanense - Benfica 1-3, em 04 / 12 / 1966.

Nascimento; Cavém, Raúl, Jacinto e AUGUSTO SILVA; Jaime Graça e Coluna; José Augusto, Torres, Eusébio e Simões.

Campeonato Nacional da 1ª Divisão

1965 / 66 - ( 17 jogos / 0 golo )

Taça de Portugal : 1

1963 / 64 - Benfica - Porto 6 - 2
Disputou 7 jogos / Marcou 4 golos

Taça de Honra de Lisboa : 1

1962 / 63 - Benfica - Sporting 4- 0
Benfica - Atlético 3 - 1 ( não jogou )

Taça dos Campeões Europeus : 1962 / 63

Vice-campeão europeu : Milan - Benfica 2 - 1 ( Wembley )

Nota : Um jogo da meia-final, Feyenoord - Benfica 0 - 0

Pequena Taça do Mundo : 1

Torneio que se disputava em Caracas, Venezuela. A edição desse ano só contou com a presença de duas equipas, Benfica e Atlético de Madrid. Segundo os regulamentos, para conquistar o torneio era preciso vencer um encontro e empatar outro. Caso cada clube alcançasse uma vitória, seria disputado durante o segundo encontro um prolongamento de 30 minutos para se encontrar o vencedor.

1º jogo : Atlético de Madrid - Benfica 3 - 0
2º jogo :Benfica - Atlético de Madrid 3 - 0 ( 1 - 0 no tempo regulamentar e 2 - 0 no prolongamento )

Costa Pereira; AUGUSTO SILVA, Germano, Raúl e Cruz; Neto ( Jorge Calado ) e Coluna; José Augusto, Torres, Eusébio e Iaúca ( Serafim ).


Época 1963 / 1964
Da esquerda para a direita:
De Pé: Germano, Cruz, Neto, Coluna, Cavém e Costa Pereira.
Agachados: José Augusto, AUGUSTO SILVA, Torres, Eusébio e Simões.