sábado, 4 de junho de 2016

ÉPOCA DE 1961/62

PLANTEL


Cruz. Costa Pereira, Coluna, Cavem, José Augusto, Ângelo, José Águas, Eusébio, Mário João, Santana, Germano, Simões, Neto, Humberto Fernandes, Serra Saraiva, Angeja, Torres, Mendes, Barroca, Espírito Santo, Amândio, Sidónio, Calado, Ramalho, Ferreira Pinto, Nartanga, Nogueira, Fonseca.

TREINADOR

BELLA GUTTMANN

MELHOR MARCADOR

EUSÉBIO - 29 GOLOS

RESULTADOS


PRESIDENTE

DR. FEZAS VITAL


Vice-presidente na Direcção anterior, sucedeu a Maurício Vieira de Brito, sagrando-se bicampeão europeu, em 1962. Foram os anos dourados da história do Clube: a equipa de futebol era disputada a peso de ouro para jogar no estrangeiro, correndo o Mundo. O Benfica tinha grandes receitas europeias e a possibilidade de contratar os melhores jogadores portugueses. Depois de deixar a presidência, e mesmo sem ocupar qualquer cargo directivo, foi sempre de uma grande dedicação, tendo feito parte de várias comissões, ao longo de quatro décadas. Foi distinguido com a Águia de Ouro, em 1992.

CRÓNICA DA ÉPOCA

Campeão Nacional e Europeu na época anterior o Benfica partia como o grande favorito à conquista do campeonato. O objetivo declarado era o tri, um feito há muito esperado para os lados da Luz.
Mas uma sequência de quatro jogos sem conhecer a vitória entre a 2.ª e a 5.ª jornada, deixou o Benfica num impensável quinto lugar empatado com Belenenses e FC Porto, atrás do Sporting (líder isolado) e de Lusitano Évora, Atlético e Académica de Coimbra.   
Um empate na Luz (3x3) entre os dois eternos rivais, consolidou o Sporting na frente, que até ao fim geriu a vantagem sobre o FC Porto. Os encarnados, seguraram o terceiro lugar final, à frente da CUF, enquanto apostavam tudo na Taça dos Campeões que venceriam em Amesterdão, batendo o Real Madrid por 5x3.

BI-CAMPEÕES EUROPEUS

As primeiras taças 5 taças foram conquistadas pelo Real Madrid. O Benfica quebrou o domínio do Real Madrid, um ano antes (1961, Berna), ao derrotar na final o Barcelona (Espanha) por 3-2, sagrando-se campeão europeu pela 1ª vez.



Na final de 1962, O Benfica encontrou o Real Madrid que se viu na frente do marcador com dois golos de Puskas. José Águas reduziu para 2-1. Cavém empatou a 2-2, mas Puskas volta a desempatar, ao conseguir a proeza de um Hat-Trick (3-2).  Mas Coluna volta a empatar com um remate de fora da área. O Benfica acreditou e Eusébio foi derrubado dentro da área, conquistando uma grande penalidade. O mesmo converteu e fez o 4-3, confirmando a reviravolta. Por fim na conversão de um livre à entrada da área, Eusébio faz o 5-3 final após passe de Coluna.

FOTOS











VIDEOS

FK AUSTRIA 1 - BENFICA 1


video
BENFICA 5 - FK AUSTRIA 1


Tottenham 2 - BENFICA 1



FINAL - BENFICA 5 - REAL MADRID 3

VITÓRIAS E PATRIMÓNIO BI CAMPEÃO EUROPEU


OUTROS VIDEOS

TAÇA DE PORTUGAL BENFICA 3 - PORTO 1


FINAL DA TAÇA - BENFICA 3 - SETUBAL 0


CAMPEONATO - SPORTING 3 - BENFICA 1