terça-feira, 31 de maio de 2016

ÉPOCA DE 1957/58

PLANTEL


Coluna, Ângelo, José Águas, Alfredo, Bastos, Cavem, Pegado, Palmeiro, Caiado, Zézinho, Artur, Mário João, Santana, Ferreira, Azevedo, Serra, Salvador, Calado, Palmeiro Antunes, Araújo, Costa Pereira, Mendes, José Maria, Helder, Naldo, Chipenda

TREINADOR

OTTO GLÓRIA

MELHOR MARCADOR

JOSÉ ÁGUAS - 31 GOLOS

RESULTADOS



PRESIDENTE

MAURICIO VIEIRA DE BRITO

INAUGURAÇÃO DA LUZ ARTIFICIAL

No dia 9 de Junho de 1958 é inaugurada a luz artificial no estádio da Luz.

O BILHETE DA INAUGURAÇÃO

IMAGEM DO ESTÁDIO COM AS LUZES

O ESTÁDIO COM AS 4 TORRES DE ILUMINAÇÃO

CRÓNICA DA ÉPOCA

Caiu o pano sobre uma era do futebol português e do Sporting em particular. José Travaços, o «Zé da Europa», o último dos «violinos» a deixar de jogar, liderou o Sporting a mais um título, batendo o FC Porto numa luta duríssima, disputada a dois, longe do Benfica que nunca chegou a ser uma ameaça para o duo da frente.
Leões e portistas lutaram taco-a-taco, com os leões na frente desde a sexta ronda, com pequenos interregnos em que o FC Porto liderou, na 14.ª jornada e entre a 19.ª e a 20.ª.
A partir da 22ª jornada os dois ficaram empatados na frente, com os leões com vantagem depois de terem vencido por 3 a 0 em Alvalade e perdido apenas por 2 a 1 nas Antas. 
Na última jornada, o Sporting bateu o Caldas em Alvalade (3 a 0), sagrando-se campeão, enquanto o Porto batia o Belenenses no Restelo (1 a 3) terminando o campeonato com os mesmos pontos que os leões.

VIDEOS

SEVILHA 3 - BENFICA 1 TAÇA DOS CAMPEÕES



FINAL DA TAÇA DE PORTUGAL FC PORTO 1 - BENFICA 0