segunda-feira, 6 de junho de 2016

ÉPOCA DE 1963/64

PLANTEL


Costa Pereira, Cavem, Simões, José Augusto, Coluna, Cruz, Eusébio, Luciano, Yaúca, Serafim, Neto, Torres, Raul Machado, Augusto Silva, Germano, Santana, Humberto Fernandes, Jacinto, Ângelo, Pedras, Calado, Rita

TREINADOR

LAJOS CZEIZLER

MELHOR MARCADOR


EUSÉBIO - 28 GOLOS

RESULTADOS


CRÓNICA DA ÉPOCA

Nunca se vira um Benfica tão goleador, em boa verdade, tirando o Sporting dos Cinco Violinos - que apontara 123 golos em 1946/47 - nenhum outro clube apontara tantos golos numa edição do campeonato. O Benfica orientado pelo húngaro Lajos Czeizler chegou à histórica soma de 103 golos em 26 jogos.

O Benfica trocou o chileno Riera pelo húngaro Czeizler, mas a águia voltou a voar mais alto que a concorrência. Tal como um ano antes, o FC Porto foi segundo e o Sporting um distante terceiro (acabou com os mesmos pontos que o V. Guimarães).

Os velhos rivais foram incapazes de travar um Benfica que só perdeu um jogo e empatou quatro, passeando classe na prova, com goleadas atrás de goleadas: Leixões (7x0), Varzim (8x0), text.php?id=74 (8x1), Barreirense (8x0) e Seixal (10x0), para obter um histórico número de 103 golos marcados no Campeonato.

FESTA DE HOMENAGEM A JOSÉ ÁGUAS



A imagem que encima o texto, é o bilhete da Festa de Homenagem a José Águas, realizada no Estádio da Luz no dia 5 de Setembro de 1963.

José Águas é um dos heróis da infância de muitos de nós.

O Benfica ganhou ao Porto por 3 a 2, mas o resultado é o que menos importa.

Muitos dos que vão ler esta crónica nunca tiveram o prazer de ver jogar esse "gigante" dos estádios, mas muitos não falharam os jogos no estádio da luz só para o ver jogar. Claro que não era apenas Águas: era Costa Pereira, Germano, Ângelo, Simões, Eusébio, Cavém, o grande Mário Esteves Coluna que Otto Glória considerava o melhor jogador português, outros mais artistas que jogadores, como José Augusto, por exemplo, a todos estamos gratos pela beleza e a alegria que nos deram, porém poucos se igualavam a ele. Era a elegância, a inteligência, a integridade, o talento. Que saudades deixou a todos aqueles que acompanharam a sua carreira.

TROFÉU RAMON CARRANZA

o Benfica venceu o prestigiado troféu Ramon Carranza com uma concludente vitória sobre a Fiorentina por 7-3.



JOSÉ ÁGUAS



VIDEOS

BORUSSIA 5 - BENFICA 0

FINAL DA TAÇA DE PORTUGAL BENFICA 6 - PORTO 2


DIVERSOS