sexta-feira, 10 de junho de 2016

ÉPOCA DE 1967/68

PLANTEL


Cavem, Eusébio, Jaime Graça, Raul Machado, José Augusto, Jacinto, Cruz, Simões, Nascimento, Coluna, Torres, Nélson, Yaúca, Calado, Santana, Paula, Diamantino, Camolas, Humberto Fernandes, José Henrique, Adolfo, Malta Da Silva, Ferreira Pinto, Amaro Vieira, Severino, Raul Águas, Matine, Kiki

TREINADORES



MELHOR MARCADOR

EUSÉBIO - 43 GOLOS


Eusébio ganha a bota de ouro por ter sido o melhor marcador da Europa com 43 golos

RESULTADOS


CURIOSIDADES


Nesta época o Benfica volta a estar numa final da Taça dos Campeões Europeus, contra o Manchester United. E volta a jogar mais uma final em casa do adversário. Desta vez o jogo não foi em Manchester mas foi em terras de sua majestade, o que é quase o mesmo. No final, com o resultado empatado a uma bola, jogou-se o prolongamento. Nessa altura do jogo os encarnados tiveram o azar de sofrer 3 golos em 7 minutos.






»»»«««

Mesmo sem ser Campeão Europeu, o Benfica foi considerada a melhor equipa da Europa. O prémio foi atribuído pela prestigiada "France Fottball".


CRÓNICA DA ÉPOCA

A época de 1967/68 viu o Benfica mais uma vez superiorizar-se à concorrência, terminando quatro pontos à frente de leões e cinco à frente do FC Porto.

A Académica voltou a mostrar-se a um bom nível, terminando em quarto lugar a um ponto dos portistas, logo seguida pelo Vitória de Setúbal, que começava a emergir como uma das melhores equipas portuguesas de então.


O Belenenses terminava em sétimo, já longe dos seus tempos dourados. No fundo da tabela, Tirsense (15 pontos) e Barreirense (10 pontos) desciam de divisão.

VIDEOS



SPORTING 3 - BENFICA 1



video
CUF 2 - BENFICA 0


SÃO PAULO 3 - BENFICA 2


TCE - ST. ETIENE 1 - BENFICA 0


TCE - BENFICA 2 - JUVENTOS 0


FINAL DA TCE - PRIMEIRA PARTE


FINAL DA TCE - PRIMEIRA PARTE


FINAL TCE (PROLONGAMENTO)


DIVERSOS