sábado, 25 de junho de 2016

ÉPOCA DE 1982/83

PLANTEL


António Bastos Lopes, Alberto Bastos Lopes, Carlos Manuel, Humberto Coelho, Diamantino, Chalana, Bento, Pietra, Nébe, Filipovic., Alves, Shéu, Veloso, Álvaro, José Luis, Frederico, César, Stromberg, Carlos Pereira, Padinha, Delgado e Oliveira

TREINADOR



SVEN GORAN ERIKSON

Sven Göran Eriksson (Torsby, 5 de fevereiro de 1948), é um treinador sueco de futebol. Actualmente comanda o Shanghai Dongya.

Carreira

Iniciou sua carreira como treinador no clube sueco Degerfors IF. Ao longo de sua carreira passou pelo clube sueco IFK Göteborg, onde ganhou a Taça UEFA, a taça nacional sueca (Copa da Suécia) e o campeonato nacional (Allsvenskan).[1] No clube português Benfica, onde atingiu a final da Taça UEFA e da Liga dos Campeões, ganhou três campeonatos nacionais e uma Taça de Portugal bem como uma Supertaça Cândido de Oliveira. Na Itália, treinou a AS Roma, a Fiorentina e o Lazio, onde ganhou a Taça das Taças.

Foi o treinador da seleção inglesa de 2001 até a final da participação da equipe na Copa do Mundo de 2006. Foi substituído no comando da seleção inglesa por Steve Mclaren. Durante o período que esteve frente ao comando do time inglês quase foi demitido depois de dar uma entrevista para um falso sheik (que era um repórter) em que tecia comentários sobre os jogadores ingleses, em que chamava, entre outros, o zagueiro Rio Ferdinand de "meio preguiçoso". A Federação Inglesa preferiu mantê-lo no cargo.

Em Junho de 2008 deixou o cargo de treinador do Manchester City FC, equipa da Liga Inglesa de Futebol para treinar a Seleção Mexicana de Futebol. Em abril de 2009, Eriksson foi dispensado da seleção do México. Em Julho, foi anunciado como diretor para o futebol do Notts County, da League Two, a Quarta Divisão do futebol da Inglaterra. Mas em março de 2010, Eriksson foi anunciado como o novo treinador da Seleção da Costa do Marfim. Esta foi a terceira Copa do Mundo dele, que já havia treinado a Seleção da Inglaterra nas Copas de 2002 e 2006, e que acabou eliminado na primeira fase na África do Sul.[2] . esteve após o fracasso na Copa do Mundo, Eriksson acertou com o Leicester City, da segunda divisão inglesa, um contrato de dois anos.

Esteve em 2013, como coordenador técnico do Al-Nasr, do Emirados Árabes. ficando pouco tempo nesse cargo e clube[3] . pois em junho do mesmo ano, foi anunciado como o novo treinador do Guangzhou R&F.


MELHOR MARCADOR

NÉNE - 32 GOLOS

RESULTADOS



CRÓNICA DA ÉPOCA


Fernando Martins foi buscar Sven Goran Eriksson ao Gotemburgo, onde brilhantemente conquistara a Taça UEFA e o sueco transformou o futebol do Benfica, e com ele o Futebol Português.

A juntar às estrelas nacionais, o Benfica apresentava duas referências que fizeram furor nos campos nacionais: o jugoslavo Zoran Filipovic, que faria carreira por cá, como jogador e mais tarde treinador, e o Sueco Stromberg, o pioneiro de uma longa tradição de jogadores suecos no Estádio da Luz.

Os encarnados começaram com onze vitórias nas onze primeiras jornadas, tomando desde logo a liderança. Um empate em Alcobaça foi o primeiro acidente na caminhada, mas a primeira derrota, só aconteceria duas jornadas depois, em Alvalade, quando um golo de Jordão bastou para o campeão em título salvar a honra.

Mas a candidatura leonina há muito que mostrara as suas fragilidades, com António Oliveira no papel de jogador treinador a não conseguir manter o nível que o Sporting tinha demonstrado na época anterior.

O FC Porto, já com Pinto da Costa como Presidente e José Maria Pedroto como treinador, foi o grande adversário dos encarnados, mas em momento algum a conquista do título esteve em perigo e o Benfica acabou por se sagrar campeão com mais quatro pontos que os nortenhos. 


CURIOSIDADES



VIDEOS

VARZIM 1 - BENFICA 1


PORTO 0 - BENFICA 0


BENFICA 1 - SPORTING 0


SPORTING 1 - BENFICA 0


TAÇA UEFA


O CAMINHO ATÉ À FINAL

VIDEO 1

VIDEO 2


VIDEO 3


VIDEO 4


JOGO A JOGO

BENFICA 2 - BETIS 1


BETIS 1 - BENFICA 2


BENFICA 2 - LOKEREN 0



ZURICH 1 - BENFICA 1



AS ROMA 1 - BENFICA 2



 BENFICA 1 - AS ROMA 1



BENFICA O - U. CRAIOVA 0



U. CRAIOVA 1 - BENFICA 1


FINAL

ANDERLETCH 1 - BENFICA 0



BENFICA 1 - ANDERLETCH 1